Qual a melhor plataforma de Ecommerce, comparativos e diferenças

É uma pergunta muito comum e rotineira hoje no mundo dos negócios online.  Se formos no Google Adwords e fizemos uma consulta com esses termos, veremos milhoes de procuras. E posso dizer com bastante segurança, você vai procurar, acessar, ler, ver e ouvir. Mas ainda terá muitas duvidas sobre qual a Plataforma de Ecommerce a se usar.

Então resolvi aqui escrever um pouco sobre as plataformas atuais, e que eu uso atualmente. Lembrando que não vou puxar sardinha para nenhuma, vou falar do meu ponto de vista e da dificuldade que eu enfrentei nos últimos 2 anos, minhas frustrações e dificuldade que passei e ainda passo.

Não vou entrar no mérito de aprofundar nos tipos de plataformas, vou explicar as três mais comuns que são: SaaS x On-premises x Open Source.

Clique aqui e confira 2 meses grátis na melhor plataforma do Brasil

Plataforma Open Source:

Open Source são plataformas desenvolvidas por comunidades abertas de programadores que disponibilizam o código para download e utilização gratuita. Estes sistemas são chamados de lojas virtuais de código aberto.

A vantagem dessas plataformas de código aberto é que elas podem ser modificadas e aprimoradas por qualquer pessoa ou empresa que possua conhecimento e qualificação técnica para isso.

Ai entra o X da questão, é de graça? É barato? Não, pois demanda processos de configuração, atualização e instalação que necessita de mão de obra especializada. E isso aumenta o preço pois necessita manutenção e correções, exigindo um time técnico ou uma empresa especializada para dar todo o suporte necessário e evoluir a tecnologia.

Hoje o mercado está bem maduro e se desenvolveu em torno desse tipo de sistema, tanto na área de implementação da tecnologia como no desenvolvimento de módulos e extensões.

Atualmente o Magento é a plataforma Open Source mais popular com mais de 250.000 varejistas ao redor do mundo.

A também varias outras como: OpenCart, PrestaShop, WooCommerce, osCommerce…

Plataforma On-premises

A plataforma On-Premises demanda uma compra através de licença de uso do código. Modelo tradicional entre grandes empresas pois dá controle sobre o próprio código.

Depois da compra da licença, o modelo On-Premises demanda altos custos com a implantação e desenvolvimento específico para você que é cliente. Você também terá que lidar com a tecnologia, atualizações, infraestrutura e hospedagem, tornando toda a brincadeira um bocado mais cara.

Depois de lançada a loja, você deve cuidar da manutenção e das melhorias. Nesse modelo, por haver o pagamento da licença, você tem direito a novas versões que geralmente são lançadas todo ano.

Plataforma SaaS

Essa é a plataforma que vamos falar mais, pois é ela que atende a maioria do publico e principalmente o o médio, pequeno e micro empreendedor.

Saas e a abreviação para Software as Service, ou Software como Serviço, as plataformas SaaS funcionam em um sistema parecido com um aluguel. No qual você paga um valor que corresponde ao uso dos serviços oferecidos. Sem precisar comprar ou instalar nenhum programa ou ferramenta. Existem diferentes empresas especializadas em ajudar lojistas a montarem um e-commerce de forma fácil e eficiente cobrando nada ou apenas uma mensalidade para isso.

E quais são benefícios?

Ideal principalmente para quem está começando um negócio, as plataformas SaaS têm uma série de vantagens. Principalmente em comparação às Open Source. Listamos abaixo alguns deles.

Ideal principalmente para quem está começando um negócio, as plataformas SaaS têm uma série de vantagens. Principalmente em comparação às Open Source. Listamos abaixo alguns deles.

1 – Faça com quem sabe do assunto – Empresas como a Xtech são especializadas em criar lojas virtuais. O que significa que elas, além de seguras, sabem o que um comércio eletrônico precisa para ter sucesso e oferecem as ferramentas certas e o auxílio necessário para que você e sua empresa tenham sucesso.

2 – Extremamente Fácil de criar – Esqueça todos as dificuldades relacionados ao design e programação. Com a ajuda de uma plataforma SaaS você consegue criar o seu site em poucos minutos. Sempre com a possibilidade de escolher o tema ideal para a sua loja e alterando o layout de acordo com as suas preferências sem precisar de conhecimentos técnicos.

3 – Muito mais Baixo o custo – Enquanto lojas virtuais feitas em plataformas Open Source demandam gastos com designer, programadores, instalação e atualização de programas. As SaaS podem ter apenas uma despesa, caso não sejam gratuitas: a mensalidade. Na Loja Integrada, você pode criar seu e-commerce de graça e usufruir do plano sem se preocupar. Já que o tempo de uso da gratuidade é ilimitado. Mesmo com os Planos Jupiter Plus, se você precisa de um serviço mais robusto, o gasto mínimo com a plataforma será de R$ 99 e no máximos de R$ 299 – sem surpresas no final do mês.

4 – Acesso fácil – Como não dependem de nenhum arquivo instalado na sua máquina, os dados da loja digital são todos armazenados em uma nuvem. Tornando o acesso possível a partir de qualquer dispositivo eletrônico. Onde quer que você esteja.

5 – Sites responsivos – Todos os sites criados na Xtech têm design responsivo. O que colabora para o aumento do número de vendas. Já que os clientes podem acessar o e-commerce a partir de qualquer dispositivo. A adaptação para diferentes telas também é feita automaticamente e sem custo adicional.

6 – Atualizações a custo zero – Programas e ferramentas passam por atualizações constantemente, o que pode ser uma dor de cabeça para quem usa plataformas Open Source. Já que elas podem exigir pagamento para a instalação ou também acabar tendo problemas de incompatibilidade. Nas SaaS, essas atualizações são garantidas pela empresa contratada e não têm custos adicionais.

7 – Segurança – Como são especializadas no assunto, as empresas conhecem os perigos que podem afetar um e-commerce e estão sempre se atualizando para evitá-los. A integração com diversas ferramentas também faz com que seja possível adicionar meios de pagamento confiáveis e seguros.

8 – Integração com diferentes ferramentas – Empresas como a Loja Integrada oferecem a possibilidade de integrar diversas ferramentas ao e-commerce. Fazendo com que você sempre esteja atualizado. Seja para ajudar em marketing, SEO, ou administração, as ferramentas têm funções distintas e não só facilitam a vida do lojista. Mas também fazem com que os clientes tenham experiências cada vez melhores e mais completas.

Qual a melhor plataforma de Ecommerce, comparativos e diferenças 2018

 

Possui experiencia vendendo na internet, não perca mais tempo. Xtech

Se você já possui alguma experiência vendendo na internet e planeja montar sua própria loja virtual, deve saber bem que o ideal é que monte sua própria página. Afinal de contas, serviços como os do Mercado Livre, eBay e aplicativos como o Enjoei cobram taxas sobre as vendas, algo que não é incômodo para quem apenas deseja se livrar de itens usados.

Mas para quem procura vender profissionalmente na internet, essas taxas acabam por obrigá-lo a vender mais caro que seus concorrentes que contam com um site próprio. Ou seja, o melhor é recorrer às plataformas de e-commerce.

Para quem está nessa fase de transição ou estudando como fazer negócios na internet, vale mencionar que existem diversas plataformas especializadas em ajudar seus usuários a montarem lojas virtuais. Esses serviços contam com milhares de modelos de sites e normalmente atendem a todo tipo de e-commerce, seja você um vendedor de produtos artesanais ou um revendedor de produtos cosméticos, entre muitos outros.

Nós indicamos a Xtech, pois é sem sombra de duvida a melhor plataforma de Ecommerce no Brasil hoje no quesito Custo vs Beneficio.

 

Aproveite o Cupom de desconto para a Plataforma Xtech, esse cupom te da 2 meses gratis para testar a Plataforma: PLATAFORMA10, ou acessando pelo link direto que lhe da este Bonnus de 2 meses gratuitos para testar

 

Deixe uma resposta