Skip to main content

Quando vou ser vacinado? Site que estima quando será imunizado contra a Covid-19

Trata-se apenas de uma estimativa feita com base em todos os dados disponíveis e também nas estratégias de vacinação e previsões de vacinas por estado.

Diante da falta de informações do Ministério da Saúde sobre a imunização no Brasil, um site criado para dar estimativas de quando o brasileiro poderá se vacinar virou um grande sucesso nas redes sociais. O site é gratuito e você pode acessar no link ao final do texto.

A ferramenta não é oficial e foi criada por um grupo de voluntários que analisa os dados da pandemia da Covid-19 no Brasil.

Chamado de “Quando vou ser vacinado?”, o site utiliza informações coletadas diariamente sobre a pandemia para fornecer estimativas sobre a imunização, com base na disponibilidade de vacinas, idade e estado.

Quando vou ser vacinado?

O cálculo do site é automático e as datas podem mudar diariamente devido a alterações na sua base de dados sobre a oferta de vacinas e o ritmo da vacinação.

De acordo com os responsáveis, os dados da população que estão considerados na calculadora do site são do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). O cálculo também é feito com base em todos os dados disponíveis e também nas estratégias de vacinação contra os vírus Influenza (gripe comum) e H1N1.

Descubra quando será vacinado.

Os dados utilizados pela plataforma são atualizados diariamente com a média dos últimos sete dias de vacinação por estado e que são coletados diariamente por robôs – os bots -e validados um a um pela iniciativa “Coronavírus Brasil”, que agrega nas redes sociais dados e notícias sobre a Covid-19 desde o começo da pandemia no país. Já a projeção da população brasileira e o recorte dos estados por idade são dados disponibilizados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Para os grupos prioritários, leva-se em consideração a estratégia de vacinação contra Influenza/H1N1 de 2020 disponibilizado pelo DataSUS, o sistema de informações do SUS. “Gostaríamos muito de ter microdados de municípios de uma maneira fácil, mas essa informação é limitada e nesse momento o melhor é contabilizar de forma estadual”, acrescenta.

A SES informou que não se tem como fazer estimativas e assim, como Petry, aponta fatores como os prazos dependerem da remessa de novas doses e dos quantitativos que serão destinados ao RS. “O Ministério da Saúde ainda não enviou cronograma com data e quantitativos das próximas remessas de doses”, acrescentam. Nesta sexta-feira, depois do atraso de vacinas, falta de doses e das cinco trocas do cronograma de entrega dos imunizantes no Brasil, o Ministério da Saúde decidiu que não vai mais divulgar a previsão de doses que espera receber a cada mês. “O site também é uma forma de protesto pela lentidão e falta de doses disponíveis”, encerra o criador do “Quando vou ser vacinado”.

O site é gratuito e você pode acessar no link através do Link aqui!!!

Confira aqui remédio promissão nos casos de COVID-19

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *