Tudo sobre a Raça Cão de Crista Chinês

Cão Crista Chinês – Um cachorro super exótico e adorável. Conheça sua história e características

Você já ouviu falar no Cão de Crista Chinês? Este cãozinho que possui características muito peculiares, principalmente por não possuir uma pelagem. Ficou curioso para saber mais sobre essa raça? Continue lendo e descubra várias curiosidades sobre o Cão de Crista Chinês.

 

Família: companhia, Sul (sem pelos)
Grupo do AKC: Toys
Área de origem: China
Função Original: caçador de ratos, cachorrinho de colo, curiosidades
Tamanho médio do macho: Alt: 27-33 cm, Peso: 2-6 kg
Tamanho médio da fêmea: Alt: 27-33 cm, Peso: 2-6 kg
Outros nomes: Chinese Crested
Posição no ranking de inteligência: 61ª posição 

Energia
Gosto por brincadeiras
Amizade com outros cães
Amizade com estranhos
Amizade com outros animais
Proteção
Tolerância ao calor
Tolerância ao frio
Necessidade de exercício
Apego ao dono
Facilidade de treinamento
Guarda
Cuidados com a higiene do cão

 Origem e história da raça

O Cão de Crista Chinês é uma raça canina que surgiu na China. Não existem dados assertivos quanto à sua origem e história, embora, constem citações que mencionam que os cães dessa raça teriam pertencido à dinastia Han, uma das mais importantes da cultura chinesa. Essa dinastia durou até o início do século ll da Era Moderna. Foram quatro séculos de poder no trono daquela nação.

Suas origens são difíceis de encontrar. Cães sem pelos parecem ter se desenvolvido por mutação pelo mundo todo, mas eles se espalharam principalmente nas Américas Central e do Sul. O Crista Chinês é uma exceção, pois parece que já existia na China desde o século 13. Marinheiros chineses eram aconselhados a levar esses cães nos barcos como caçadores de ratos e também como uma curiosidade que poderia servir para troca por mercadorias com mercadores locais. Assim, a raça se espalhou pela Turquia, Egito, África do Sul e provavelmente pelas Américas Central e do Sul. Só nos anos de 1800 aparecem registros desses cães na Europa, em pinturas e fotografias, incluindo os cães do tipo Crista Chinês. No final dos anos de 1800, a americana Ida Garrett, que ajudou a promover vários tipos de cães sem pelos, se tornou uma defensora da raça. Com a ajuda de uma união de criadores (incluindo a famosa Gypsy Rose Lee), o Crista Chinês gradualmente foi ganhando admiradores na América e na Europa. Em 1991, depois de um século de esforços, a raça foi reconhecida pelo AKC. O Crista Chinês logo se tornou popular entre os frequentadores exposições de cães, mas a raça não tem atraído muito como animal de estimação. Como a raça vem ganhando maior exposição é bem provável que essa situação mude.

 

Temperamento do Crista Chinês

 
O Crista Chinês é um brincalhão divertido, um cachorrinho de colo muito gentil e um companheiro fiel. Ele é devotado a sua família e faz tudo para agradar; ele se dá bem com outros cães, animais e estranhos. Seu comportamento é normalmente alegre e alerta.
Os cachorros dessa raça canina possuem – de forma geral – um bom temperamento, sendo uma ótima companhia para seus donos. Em geral, o cachorro chinês tem bastante disposição e alegria, e dificilmente apresentará comportamento agressivo.

 

O site estrangeiro DogTime cita que o Cão de Crista Chinês é muito usado para fazer companhia a pessoas debilitadas ou com algum tipo de deficiência física, portanto, são animais bem carinhosos e prestativos. A página ainda cita que esses animais conseguem ficar por horas deitados ao lado de seus donos, especialmente em situações as quais a pessoa esteja enferma.

Os cães da raça apreciam muito a companhia das pessoas e podem até estranhar, incialmente, a presença de alguém que não conheça – mas não é difícil conquistar sua confiança. De modo geral, como citado antes, o cachorro apresenta um bom temperamento e é bastante sociável – inclusive – com outros cães.

 Pelos e aparência

Hoje, encontramos – basicamente – os seguintes tipos da raça: o Cão de Crista Chinês “Powder Puff”, que possui pelos extenso e macios sobre todo o corpo – com uma aparência que se destaca e chama muito atenção, devido ao seu aspecto exótico.  A outra variedade se refere ao Cão de Crista Chinês Pelado –  que conta – de fato – com bem menos pelos (mas há pelagem sobre patas, cauda e cabeça) e é a opção da raça mais fácil de ser encontrada atualmente.

 

Esse cão de pequeno porte, mas muito ativo, pode chegar a 33 cm (machos) e 30 cm (fêmeas). O animal pode pesar de 2 a 5 kg. Além disso, as cores de pelagem mais observadas são: castanho, cinza, marrom, etc.

Em termos do quesito beleza, pode-se dizer que o cachorro não representa unanimidade quanto a esse fator. Alguns rankings e competições que avaliam aspectos estéticos de raças caninas, muitas vezes o citam como o menos “desprovido de beleza”. Por muito anos, o Cão de Crista Chinês foi o vencedor de competição norte-americana que elege o cachorro “mais feio do mundo”.

Como cuidar de um Crista Chinês

O Crista Chinês adora correr lá fora, mas odeia o frio. Ele é tão pequeno que já fica satisfeito com exercícios e brincadeiras dentro de casa. As variedades sem nenhum pelo precisam de uma roupinha para sair em dias frios e úmidos. Esse cachorro não deve viver ao ar livre. O Crista Chinês tem talento para o salto e alguns conseguem escalar. Para cuidar do pelo das variedades “Pompom” é necessário escová-lo a cada dois dias. O focinho deve ser raspado geralmente a cada duas semanas. A variedade sem pelos precisa de cuidados com a pele regularmente, como hidratante e protetor solar, além de banhos para prevenir cravos.

Quem possui um cachorro dessa raça precisa estar atento aos cuidados especiais com a pelagem, principalmente em cães Powder Puff. Será preciso uma escovação frequente para não deixar os pelos embaraçados do Cão de Crista Chinês Peludo.

Passeios regulares com o animal– assim como demais raças – são absolutamente necessários e importantes para a saúde dele. Mas é preciso alguns cuidados, como utilizar roupa canina e produtos de proteção contra raios solares, especialmente nos cães sem pelagem no restante do corpo. Esse cuidado é muito importante para cães dessa raça.

De maneira geral, é importante que o Cão de Crista Chinês passe por tosa – quando necessário – além de higiene frequente e adequada, com uso de produtos que não possam agredir sua pele. Qualquer dúvida em relação a como cuidar de seu animal, consulte a opinião e dicas de seu veterinário.

Alimentação

É preciso manter cuidados quanto à alimentação, seguindo passos como escolher a ração mais adequada e que seja- obviamente –  a mais indicada para animais de pequeno porte e de acordo com a idade. Esses hábitos são essenciais para que os nutrientes necessários sejam garantidos ao animal em cada fase de sua vida. Ao escolher o produto, leve em consideração a reputação da marca e quantidade de nutrientes que o produto fornece.

Mas é importante saber quais componentes são ideais para a dieta do seu animal. Por isso, a consulta ao veterinário é importante para ter noção a respeito do cardápio alimentar do pet.

O cachorro chinês também pode consumir carnes magras, como aves, por exemplo, principalmente se o animal passou por atividades que o tenha exercitado fisicamente. Contudo, ele tende a consumir pouca comida diariamente – dessa maneira – é sempre prudente que o consumo desses alimentos seja feito de forma controlada e equilibrada.

Saúde

Principais Preocupações: nenhuma
Preocupações Menores: nenhuma
Vistos Ocasionalmente: Doença De Legg-Perthes
Exames Sugeridos: nenhum
Expectativa de vida: 13-15 anos
Observações: As variedades sem pelo são sujeitas cravos, insolação, alergia a lã e perdas de dentes. A dentição é irregular e a camada de esmalte é muito fina.

É preciso ter cuidado especial quanto à higiene bucal. O Cão de Crista Chinês Pelado, por exemplo, tem tendência a desenvolver cáries nos dentes. Então, a visita regular ao dentista é muito importante. De maneira geral, os cães da raça são bastante saudáveis, mas obviamente, a medida em que envelhecem, é possível o surgimento de algumas complicações como: atrofia na retina (que pode ter causa genética), problemas nos joelhos (em alguns casos, é possível contornar o quadro por meio de cirurgia), dentre outros.

Todavia, manter uma rotina com alimentação saudável e consulta regulares ao veterinário ajudam a manter a qualidade de vida desse animal ao longo dos anos. O fator carinho e atenção, é claro, também são importantes para deixá-lo mais feliz e disposto. Lembrando que esses cães podem viver, em média, até 12 anos.

Preço

Aos interessados em possuir um filhote de Cão de Crista Chinês, nos classificados disponíveis pela web existem ofertas com preços em torno de R$ 1.000 a R$ 5.000 ou preços superiores – chegando a quase R$ 10 mil. Porém, há opções de parcelamento dos valores cobrados, dependendo do anúncio.

Numa das ofertas com menor valor, por exemplo, o vendedor disponibiliza um Cão de Crista Chinês filhote com menos de dois meses, mas já vacinado. Contudo, será preciso cuidar das próximas vacinas nos períodos posteriores.

Ainda em relação a valores, saiba que essa raça canina está entre as mais caras e valorizadas do mundo. Esse cenário se deve especialmente à sua pelagem tida como “excêntrica”. Mas o bom temperamento e boa convivência social também são fatores que o enaltecem. Lembrando que esse tipo de cão, com frequência, é citado como a raça preferida de mulheres da alta sociedade, como as socialites e também de celebridades, com as atrizes e irmãs gêmeas Mary-Kate e Ashley Olsen, por exemplo.

Cão de Crista Chinês – canil

Sempre retratado como uma raça exótica (o que explica, inclusive, seu alto de valor de mercado), não é difícil encontrar canil do Crista Chinês no Brasil. Bom, numa busca pela web e redes sociais, já é possível obter dados e contatos sobre esses locais.

Lembrando que as propriedades mais populares se localizam em cidades paulistas nos arredores de São Roque, por exemplo. Mas existem canis em cidades dos Estados do Rio de Janeiro, Paraná e Distrito Federal.

Nesses locais, há opções de compras de exemplares da raça com DNA de campeões, por isso, os valores tendem a ser expressivos, por conta dessa qualificação. Algumas das vantagens de comprar filhotes de canis é o fato de adquirir um animal proveniente de cruzamentos que valorizam as qualidades da raça e muitos dos animais, inclusive, são importados. Além disso, o plantel conta com exemplares em boas condições de saúde e com a rotina de vacinação em dia.

Cão de Crista Chinês – adoção

Por se tratar de uma das raças mais caras do mundo, é muito raro encontrar algum Cão de Crista Chinês disponível para adoção e os donos, normalmente, veem na venda de filhotes uma oportunidade financeira viável. Em geral, casos de adoção de cachorros surgem quando ocorre abandono do animal, maus tratos e quando os donos não têm condições de criá-lo, por exemplo.

Bom, de qualquer maneira, caso queira adotar um cachorro (independentemente de raça), procure instituições e ONGs focadas nesses objetivos, como as entidades: http://www.adoteumfocinho.com.br/ e http://oloboalfa.com.br/. Na internet é possível encontrar outros locais. Além dessas opções, acompanhe também campanhas, feiras e eventos em várias cidades brasileiras criados para essa finalidade.

Outra forma de ajudar os animais abandonados é optar pelo apadrinhamento. Em geral, você realiza doações para algum animal mantido pela associação, contribuindo para a alimentação, saúde e bem-estar dele. Os valores variam de acordo com cada instituição e, normalmente, são mensais. Essas entidades dão preferência para o apadrinhamento de animais que estejam nas seguintes condições: com idade avançada, com doenças, características que impossibilitam a adoção, animais que sofreram maus tratos ou que apresentam sequelas físicas e psicológicas. 

 

Fonte: Tudo Sobre Cachorro

 

Confira outras publicações em nosso blog Raça Bullgod

 

Acesse nossa Loja com produtos e acessórios de qualidade para seu Animal de Estimação Finofaro Pet Shop

 

Deixe uma resposta