Tudo sobre a raça de cachorro Maltês

Família: bichon, companhia, terrier, cão da água
Grupo do AKC: Toys
Área de origem: Malta
Função Original: cão de colo
Tamanho médio do macho: Alt: 22-25 cm, Peso: 1-4 kg
Tamanho médio da fêmea: Alt: 22-25 cm, Peso: 1-4 kg
Outros nomes: Bichon Maltês
Posição no ranking de inteligência: 59ª posição
Padrão do Maltês: confira aqui

O maltês é classificado como uma raça toy. Em outras palavras, trata-se de um cachorro de porte pequeno e que foi criado, na sua maioria, como um animal de companhia E de fato, este pet  quando adulto apresenta 25 centímetros no máximo e pode possuir até quatro quilogramas.

Tudo sobre a raça de cachorro Maltês, curiosidades e dicas

O seu cachorro está impossível e você não sabe mais o que fazer? Neste guia você irá aprender como adestrá-lo resolvendo os seus principais problemas de comportamento. Confira AQUI

Origem e História da Raça

O Maltês é a mais antiga das raças toys europeias, e está entre as mais antigas de todas as raças do mundo. A ilha de Malta foi um dos primeiros portos comerciais, visitada por marinheiros fenícios em 1500 a.C. Os cães malteses foram mencionados em documentos já em 300 a.C. A arte grega inclui cães do tipo Maltês desde o século 5 e há evidências de que até mesmo túmulos foram construídos em homenagem a ele. Embora os cães fossem exportados e distribuídos pela Europa e pela Ásia, o grupo de Malta permaneceu relativamente isolado dos outros cães resultando num cão único e que se manteve assim por séculos. Apesar da marca principal do Maltês ser o seu pelo longo, sedoso e branco brilhante, os primeiros Malteses também nasciam em outras cores. No começo do século 14 eles foram levados à Inglaterra onde se tornaram os queridinhos das damas da sociedade. Escritores dos séculos seguintes sempre comentavam sobre seu tamanho pequeno. Esses cães nunca foram banais, e uma pintura de 1830 chamada “O Cão-Leão de Malta, Último da Raça” sugere que a raça pode ter estado em risco de extinção. Pouco depois, dois malteses foram levados à Inglaterra de Manila. Embora fossem presentes para a Rainha Vitória, eles passaram por outras mãos, e seus filhotes se tornaram os primeiros malteses exibidos na Inglaterra. Nessa época, eles eram chamados de Maltês Terrier, apesar da não terem ancestrais terrier nem as características da raça. Na América, os primeiros malteses foram apresentados como “cães-leão maltês”, por volta de 1877. O nome cão-leão vem provavelmente do costume de seus criadores, especialmente na Ásia, de tosá-los para parecerem com leões. O AKC reconheceu o Maltês em 1888. O Maltês cresceu lentamente em popularidade e hoje é um dos toys mais populares.

A origem do Maltes é controversa, alguns acham que foi originário da ilha de Malta, outros acham que já existiam desde 4000 AC e foi encontrado um registro em uma ânfora ateniense onde um Maltes é retrato, segundo arqueólogos o objeto é datado por volta de 500 AC. Com relação a origem desta raça, é possível afirmar que há diversas versões.

Mas, independentemente da localidade onde surgiu este animal, sabe-se que hoje ele é um dos mais queridos entre as pessoas do mundo todo. A popularidade da raça se dá graças ao temperamento tranquilo e a personalidade encantadora que possui.

A raça era utilizada como cachorro de companhia para as damas da realeza europeia. No século XX a raça se tornou a mais popular e querida pelos brasileiros.

 

Características Físicas do Maltês

Tudo sobre a raça de cachorro Maltês, curiosidades e dicas

Variações

No começo do século 19 existiam 9 tipos de variações da raça, mas atualmente não existem variações na raça e nem na pelagem.

 

Tamanho do maltês

Raça é considerada de pequeno porte. Os machos podem atingir de 21 a 25cm de altura, as fêmeas 20 a 23cm, e o peso gira em torno de 3 a 4kg.

Pelagem do maltes

Os pelos do Maltes são longos e sedosos. Até 1913 eram aceitos exemplares de cores sólidas e parti colores, mas na metade do século 20 a cor branca foi instituída obrigatória na raça.

Padrão da raça cbkc

No site da Confederação Brasileira de Cinofilia é possível encontrar o padrão da raça.

Temperamento do maltês

Mesmo sendo um cão de porte pequeno, ele é feliz e tem como prioridade compartilhar essa felicidade com o tutor. A raça é a ideal para quem quer um cachorro de companhia. O Maltes adora um colo e é muito amável e carinhoso, mas tem os seus momentos bravinhos, ainda mais quando algum estranho se aproxima do seu dono.

É um cachorro vigilante, mas às vezes pode ser teimoso e determinado. Por esta razão que os treinamentos devem ser iniciados desde os primeiros meses de vida, aproveitando o melhor momento de aprendizagem do cãozinho.

Assim como o temperamento dessa raça pode surpreender, a personalidade também pode ser motivo de destaque neste animal. Trata-se de um cachorro corajoso, por isso tende a cuidar da família. É adaptável, gentil, brincalhão e afetuoso, sentindo necessidade de interagir por muito tempo com o tutor.

Tudo sobre a raça de cachorro Maltês, curiosidades e dicas

Nível de atividade

O Maltês não precisa de atividade física intensa, um bom passeio pelo quarteirão já deixa ele cansado. Uma dica é praticar a atividade lúdica, brincando com bolinhas ou outros brinquedinhos.

Atividade de guarda

O Maltês não tem qualquer atividade de cão de guarda da propriedade ou do proprietário, mesmo sendo bem protetor em relação ao dono ou se alguém invadir o seu território.

Inteligência e obediência do maltês:

A raça foi classificada na colocação 59a. no livro “The Inteligence of Dogs” de Stanley Coren. Nas graduações do livro “A Inteligência dos Cães” as posições de 55 a 69 são postos os cães cuja capacidade de obediência e de trabalho é classificada como razoável, necessitando de até oitenta repetições para que aprendam um comando. Mesmo após terem aprendido, a obediência aparenta ainda ser fraca, e em apenas 30% dos casos, conseguem responder a uma ordem sem necessidade de repetição. Caso o treinador ou dono se afaste, o tempo de resposta e a obediência diminuem consideravelmente.

Cuidados com o seu maltês

Cuidados específicos

Todas as raças estão predispostas a apresentarem problemas de saúde. No caso do maltês a doença mais comum está relacionada aos cílios virados. Com esta condição, o animal apresenta cílios que arranham o globo ocular e podem causar séria irritação. Nestas situações, é recomendado uma cirurgia corretiva. 

Já com relação a estética, esta raça requer cuidados diários. Isto porque a pelagem longa do maltês necessita de escovação todos os dias, uma vez que os pelos têm tendência a embaraçarem com facilidade.

Filhotes

Os filhotes de maltês precisam ser levados ao veterinário logo nos primeiros meses de vida. Além de aplicar as vacinas polivalentes, o veterinário irá recomendar remédios para eliminar vermes e outros possíveis parasitas do animal.

socialização e adestramento devem ser etapas presentes na vida de qualquer animal, mas principalmente de um dessa raça. Na fase filhote, os cães aprendem com mais facilidade, por isso o tutor deve aproveitar este momento.

A saúde do Maltes

Piodermite superficial e seborreia seca (conhecida como caspa) são relatos comuns por proprietários de Malteses. Recomendamos visitas anuais ao veterinário, além da ocasião das vacinações e a realização de exames complementares periódicos regularmente, após 5 anos de idade é recomendado acompanhamentos semestrais com exames complementares como exame de urina, exames para ver a função renal, exames para a função cardíaca e etc. Cuidados dentários são importantes, por isso recomendamos que desde pequeno realizem a escovação dentária do mesmo e quando houver necessidade um tratamento periodontal (erradamente denominado de limpeza de tártaro), assim como o oferecimento de petiscos que ajudam na limpeza dentária.

Dúvidas frequentes sobre a raça Maltês:

Solta muito pelo?

Surpreendentemente, o maltês com toda essa pelagem exuberante não costuma soltar pelo. Segundo o órgão norte-americano de padronização de raça, o derramamento dos pelos ocorre de forma infrequente. A queda de pelo não costuma ser um problema para os proprietários de Maltes. Com a escovação com rasqueadeiras ou produtos específicos contra queda de pelo como o furminator conseguimos controlar facilmente a queda de pelos. Banhos semanais com shampoo especial podem ajudar a controlar a queda de pelos. Doenças dermatológicas podem piorar a queda do pelo, portanto quando achar que tem algo diferente ou exagerado na queda dos pelos, recomendamos uma consulta ao veterinário.

Qual o clima mais adequado para o Maltês?

A raça se adapta a vários ambientes, mas tem uma predileção para ambientes de temperatura moderada para fria, devido aos seus pelos longos.

Quantos anos vive um maltes?

12 a 15 anos. Podendo variar para mais ou menos, dependendo do estilo de vida que o cachorro leva.

Vive bem em apartamento?

Sim, uma das raças ideais para morar em apartamento. Ele vive muito bem em apartamentos. Uma dica é dar atenção especial quando filhote para acostumá-lo a ficar sozinho por alguma parte do dia, se você achar importante isso para quando ele ficar adulto. Além de ser um cachorro gentil e tranquilo, o maltês é de porte pequeno. Desta maneira, não necessita de muito espaço, nem devido ao tamanho e nem pela quantidade de energia, a qual tende a ser pouca.

O maltês late muito?

De acordo com o site da AKC, esta raça só late quando necessário. O Maltes late como forma de comunicação com o proprietário. Situações como excitação por brincadeiras, alegria ao ver o tutor chegar ou a proximidade de pessoas estranhas podem ser propícias para as vocalizações desse animal. No geral, é um cão silencioso.

O maltês se dá bem com crianças?

O Maltes adora brincar e é bastante ativo. Gosta de estar na companhia de crianças para gastar energia e se divertir trazendo bolinhas e fazendo arte para chamar a atenção. Contudo, por ser um cachorro de porte pequeno, ele é mais suscetível a se machucar. Isto pode ocorrer, principalmente, quando o cão se envolve em brincadeiras com crianças menores. Estas situações refletem em agressividade por parte do animal ou ele mesmo sai machucado. Portanto, é melhor companhia para crianças maiores.

Qual o dono ideal para o maltês?

O Maltês acompanha o ritmo do dono, ou seja, se dá bem com donos pacatos e donos ativos, mas de qualquer maneira não gosta de ser deixado sozinho durante o dia.

 

Apresenta problema ao ficar sozinho em casa?

Por apreciar muito a companhia humana, este cachorro não costuma reagir bem ao ficar sozinho em casa por muito tempo. É ideal que a casa seja bem frequentada, para que o animal não se sinta só durante nenhum horário do dia.

Como é um filhote de maltês?

É uma fofura, uma bolinha de pelo branco, desengonçado, alegre e brincalhão.

Quanto custa um filhote de Maltês?

Os valores do maltês variam dependendo do vendedor. Contudo, Encontramos no mercado filhotes com a faixa de preço entre R$ 1 mil e R$ 4 mil. Mas, é sempre importante lembrar que a compra de cães só deve ser feita após conhecer as circunstâncias nas quais se encontram as mães dos filhotes. Infelizmente, alguns canis exploram as fêmeas e deixam os animais viverem em situação desumanas. 

 

 

 

Alguns cães semelhantes ao Maltês:

Bichon Frisé
Griffon belga
Bichon Havanês
Pequinês
Poodle (Toy)
Shih Tzu
Yorkshire Terrier

 

 

Conheça nossa loja Finofaro Petshop

 

Deixe uma resposta