Meu primeiro filhote, e agora? - Finofaro petshop

Quero ter meu primeiro filhote! E agora?

Meu primeiro filhote!

Parece simples, mas não é. “Meu primeiro filhote.” Inicialmente existem algumas informações que todos devem saber antes de comprar ou adotar um pet. Primeiro saiba que a chegada de um animalzinho vai mexer com a rotina de sua casa e que você receberá um amor incondicional todos os dias. Escolha a raça que melhor se adapte ao seu espaço disponível, sua personalidade e tempo, algumas raças são mais hiperativas, outras tem predisposições à doenças. Entenda que um animal vive em media 15 anos e que você a partir de agora será responsável por uma vida, por um animalzinho que tem sentimentos e entenda de que o animal não é descartável.

Ambiente para seu primeiro filhote

Meu primeiro filhote blog finofaroPrepare o ambiente para receber o novo integrante da família e decida e organize os lugares onde ele irá ficar e fazer as necessidades fisiológicas (cocô e xixi) busque sempre um abrigo seguro, sequinho e aquecido, pois o filhotinho passará por uma fase de adaptação ao novo lar.  É muito importante manter estes ambientes, limpos e organizados, devendo manter a rotina dia a pós dia para que possa ensina-los a fazer as necessidades nos locais determinados para eles! Esta rotina tem que ser seguida a risca para evitar que o filhote se confunda e torne o aprendizado mais demora e complicado. É muito importante ter paciência e ensinar com carinho, pois como o próprio nome diz “Meu primeiro filhote” e é um filho, uma criança aprendendo de forma lenta e continua.

Chegada do Pet na nova casa

Meu primeiro filhote gatinho blog finofaro

Assim que ele chegar é de extrema importância que leve o a uma visita ao veterinário para um check-up básico, vermifugação, vacinas (próximo post), avaliação geral de sua saúde e escolha da ração mais adequada. Escolha de outros itens básicos e necessário, como brinquedos, petiscos, caminhas. Aquisição de suas próprias vasilhas de alimento e água é super importante pois elas devem ser feitas de tal forma que ele possa comer e beber confortavelmente sem submergir o focinho e orelhas. Não é tão simples como parece, mas o primeiro filhote vem com a inexperiência, e é conforme falei no paragrafo anterior, meu primeiro filhote é como o primeiro filho, então devemos sempre nos preocupar e procurar saber sobre todos os detalhes e principalmente com um profissional da área!

Enfim em casa e agora?

meu primeiro filhote papel higienico finofaro blogO filhote foi separado de sua ninhada, isto pode causar a ele um certo trauma ou medo inicialmente no novo lar, ele poderá choramingar e ficar agitado, busque aconchega-lo o máximo possível, se preferir deixe-o próximo de vocês ou em um lugar bem aconchegante e acima de tudo tenha paciência e carinho, entenda que esta é uma nova experiência para ele. Quando digo em ter paciência é pelo fato de ele ser um filhote, de ter medo, foi separado de sua ninhada, longe de sua mãe, ele vai chorar, sentira medo, ficara agitado, são sintomas comum do medo, da separação e todas estas dificuldades será por um período curto, a adaptação é rápida e quanto mais carinhosa for a forma de trata-lo mais rápido será sua ambientação.

Lembre se de mostrar a ele o local de fazer xixi e cocô, claro que até ele se acostumar terão alguns escapes pela casa. rsrs

E por fim algumas dicas preciosas

meu primeiro filhote cachorrinho brincando blog finofaroDisponha de um tempo do seu dia para brincadeiras e caminhadas, acostume-o desde cedo a fazer a escovação dos dentes (pode fazer no banho), evite petiscos indevidos e alimentos que podem prejudicar a saúde do seu animalzinho, fique atento ao cartão de vacinas, faça as visitas periódicas ao veterinário. Lembre-se que prevenir e manter a saúde do seu filhote em dia é muito importante e evita sustos e sofrimento para ele. Ele necessita de cuidados como nós, e como eles não sabem nos dizer que não estão bem, então devemos sempre observar sua alimentação, rotina, brincadeiras e expressões. Através dessas pequenas mudanças de comportamento também é uma forma de detectamos algum problema!

“Meu primeiro filhote.”

Um grande abraço e até a próxima!

Por Graziella Veloso (Preta)

Deixe uma resposta